Terapias que Realizamos


Auto-hemoterapia

  • Auto-Hemoterapia

    A Auto-Hemoterapia

    É uma técnica simples, em que, mediante a retirada de sangue da veia e a aplicação no músculo, ela estimula um aumento dos macrófagos, que são, vamos dizer, a Comlurb (Companhia de Limpeza Urbana) do organismo. Os macrófagos é que fazem a limpeza de tudo. Eliminam as bactérias, os vírus, as células cancerosas, que se chamam neoplásicas. Fazem uma limpeza total, eliminam inclusive a fibrina, que é o sangue coagulado. Ocorre esse aumento de produção de macrófagos pela medula óssea porque o sangue no músculo funciona como um corpo estranho a ser rejeitado pelo Sistema Retículo Endotelial (SRE). Enquanto houver sangue no músculo o Sistema Retículo Endotelial está sendo ativado. E só termina essa ativação máxima ao fim de cinco dias.
    A taxa normal de macrófagos é de 5% (cinco por cento) no sangue e, com a auto-hemoterapia, nós elevamos esta taxa para 22% (vinte e dois por cento) durante 5 (cinco) dias. Do 5° (quinto) ao 7° (sétimo) dia, começa a declinar, porque o sangue está terminando no músculo. E quando termina ela volta aos 5% (cinco por cento). Daí a razão da técnica determinar que a auto-hemoterapia deva ser repetida de 7 (sete) em 7 (sete) dias. Essa é a razão de como funciona a auto-hemoterapia. É um método de custo baixíssimo, basta uma seringa. Pode ser feito em qualquer lugar porque não depende nem de geladeira - simplesmente porque o sangue é tirado no momento em que é aplicado no paciente, não há trabalho nenhum com esse sangue. Não há nenhuma técnica
    aplicada nesse sangue, apenas uma pessoa que saiba puncionar uma veia e saiba dar uma injeção no músculo, com higiene e uma seringa, para fazer a retirada do sangue e aplicação no músculo, mais nada.

    Indicador para:

    Ajuda no estímulo imunológico poderosíssimo.

Agendar Consulta

Ozonioterapia

  • Insuflação

    Insuflação Vaginal

    A técnica consiste na introdução de uma sonda uretral muito fina através da vagina, na qual é acoplada uma seringa por onde ocorre a insuflação com o gás. É um procedimento simples, indolor, com duração aproximada de 15 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários. Pode ser realizado em usuárias de DIU.

    Indicado para:

    Vulvovaginites, candidíase, cistites, infecções urinárias de repetição, Herpes genital, HPV, coceira vaginal, endometriose…

    Insuflação Intestinal

    A técnica consiste na introdução de uma sonda uretral muito fina através da reto (ânus), na qual é acoplada uma seringa por onde ocorre a insuflação com o gás. É um procedimento simples, indolor, com duração aproximada de 15-20 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários.

    Indicado para:

    Doenças inflamatórias intestinais, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn, colite, retocolite ulcerativa, hemorroida, fístulas intestinais, endometriose profunda, doenças de pele, acne, psoríase, dermatite atópica, asma, rinite, doenças autoimunes, artrite reumatoide, fibromialgia, hipotireoidismo, tireoidite de Hashimoto, síndrome de fadiga crônica, demência, esclerose múltipla, Alzheimer, câncer…

     

    Insuflação em bags

    A técnica consiste em ocluir a área ou região a ser tratada com uma bolsa plástica resistente (bag), onde ocorre a insuflação do gás. É um procedimento simples, indolor, com duração aproximada de 15-20 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários.

    Indicado para:

    Escaras ou úlceras por pressão, úlceras varicosas, pé diabético, feridas de difícil cicatrização, queimaduras…

  • Hidrozônio & Auricular

    Hidrozônio

    A técnica consiste em introduzir a área ou região a ser tratada em um recipiente com água com contínua liberação de gás ozônio. É um procedimento simples, indolor, com duração aproximada de 15-20 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários.

    Indicado para:

    Micoses nas unhas (pés e mãos).

    Auricular

    A técnica consiste em introduzir no ouvido um instrumento semelhante a um estetoscópio, que fica acoplado a um frasco com vapor de ozônio. Esse gás adentra o organismo através da membrana timpânica, atingindo mucosas do ouvido, nariz, e garganta. É um procedimento simples, indolor, com duração aproximada de 15 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários.

    Aguardando foto.

    Indicado para:

    Sinusite, asma, rinite, resfriados, congestão nasal, otites (infecções de ouvidos), inflamação ou infecção de garganta de repetição (amigdalite crônica), dores de cabeça, zumbido, vertigem…
  • Auto Hemoterapia MEnor & Auto Hemoterapia MAior

    Auto Hemoterapia Maior

    A técnica consiste na realização de uma punção venosa, seguida da aplicação do ozônio através do soro. É um procedimento simples, com duração aproximada de 30 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários.

    Indicado para:

    Auxilia na melhora da imunidade, quadros infecciosos, doenças virais, saúde cardiovascular, hipertensão arterial, diabetes, câncer.

    Auto Hemoterapia MEnor

    Consiste na realização de uma punção venosa, retirando o sangue, e no
    mesmo momento aplica-se no musculo, é um procedimento simples, com duração
    aproximada de 10 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de
    aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários.

    Aguardando foto.

    Indicado para:

    Aumento do número de leucócitos (células de defesa), tratando várias
    doenças, desde acnes a câncer, e ate fazer emagrecer.
  • Vascular (micro-vasos), Celulites e Estrias

    Vascular (Micro Vasos)

    A técnica consiste na aplicação do gás ozônio local por via subcutânea, em seguida, reveste-se a área com hidratante ozonizado, por último cobrir com a manta térmica por 20 minutos.É um procedimento simples, indolor com duração aproximada de 30 - 60 minutos, e que não exige nenhum preparo prévio. Essa via de aplicação não descreve quaisquer efeitos secundários.

    Aguardando Foto

    Indicado para:

    Para secar, micro vasos e varizes, garantindo melhora de 80%..

    Celulite e Estrias

    A técnica consiste em aumentar a vascularização da zona em que o gás é aplicado
    e, por isso, o tratamento da celulite com ozonioterapia possibilita que o próprio
    corpo liquidifique a gordura. Poucas sessões são necessárias para que o ozônio
    traga melhorias para o problema, pois a celulite é provocada pela baixa
    vascularização nas regiões afetadas.

    Aguardando Foto

    Indicado para:

    Para eliminação de ondulações e retrações, que são deformidades
    causadas pela celulite.

  • Linha de expressão & Bigode Chinês

    Linha de expressão

    Técnica consiste na aplicação do gás ozônio no local da
    expressão, é um procedimento simples, causa pouco desconforto, duração da terapia
    depende da avaliação.(20 à 40min).

    Indicado para:

    Para oxigenação das células, reestabelecendo a congruência facial.

    Bigode Chinês

    Consiste na oxigenação e ativação do colágeno local, através da aplicação subcutânea
    do ozônio.

    Indicado para:

    Para oxigenação das células, reestabelecendo a congruência facial.

Agendar Consulta

Benefícios da Terapia


Ajuda no tratamento de mais de 200 doenças.

Remove oxidantes nocivos ao seu organismo.

Equilibra a imunidade e Reduz inflamação e dor.

Regenera diversos tipos de tecido do corpo.

Regulador do metabolismo e dos níveis de insulina.

Melhora a oxigenação e circulação arterial.

Ajuda a cicatrização de lesões feridas e úlceras.

Ajuda no retardamento do envelhecimento.

Contra-indicações


O ozônio é um gás com excelente solubilidade em água, o que possibilita uma reação imediata com componentes ou biomoléculas presentes em nossos fluidos corporais. Como é também produzido naturalmente pelo corpo humano, é uma alternativa de tratamento extremamente segura. São 0,0007% de possibilidade de risco de complicações e 0,0001% de risco de morte contra o risco de 0,2% de alguns dos medicamentos mais utilizados.

A principal contraindicação é o favismo, doença que cursa com deficiência da enzima Glicose-6-Fosfato Desidrogenase (G6PD), em função do risco de hemólise. Em casos de hipertireoidismo descompensado, diabetes mellitus descompensado, hipertensão arterial severa descompensada e anemia grave, é necessário que a estabilização clínica dessas situações seja realizada previamente à aplicação da ozonioterapia. Lembramos que a terapia com ozônio não substitui, tampouco dispensa acompanhamento médico. Contudo, pode sim ser realizada concomitante a outros tratamentos da saúde.